Vitamina D
Vitamina D: o possível segredo da longevidade pode estar no sol
28 de setembro de 2020
Agressão ao idoso
Violência contra idosos aumenta durante pandemia
6 de outubro de 2020
Exibir tudo

Paciência com o idoso: situações externas que podem afetar a nossa relação com eles.

Paciência com o idoso

Notícia veiculada no Jornal do Lago

Leia também: Agência de cuidadoresSobre o trabalho do cuidador de idosos

Em entrevista ao programa Vida Melhor, da REDEVIDA, o Psicanalista e Consultor de Relacionamentos e Comportamentos, Ricardo Prado, explica como olhar o idoso com empatia e espelhamento, para uma convivência harmoniosa e feliz.

Na última semana, o Psicanalista e Consultor de Relacionamentos e Comportamentos, Ricardo Prado, participou Ao Vivo, do programa Vida Melhor, apresentado por Cláudia Tenório nas Tardes da REDEVIDA. O Programa que completa 10 anos no canal religioso, com um público para lá de fiel. Ricardo levou ao programa um assunto de extrema importância, tanto para filhos, quanto para Pais que já ultrapassaram o meio século de vida.

O Psicanalista comentou que, por falta de conhecimento e não por falta de amor, muitos filhos acabam sendo rudes com seus pais idosos. E a pandemia do novo coronavírus tem sido um momento difícil para todos, não somente para eles mas, que o importante são filhos e netos que, a partir da escuta ativa, possam enxergar o mundo pelo ponto de vista dos idosos, entendendo suas necessidades e dificuldades. Questões como o aprisionamento, a dependência, a sensação de inutilidade e a falta de motivação pela vida, devem ser observadas e analisadas com os olhos do coração e da empatia.

Segundo Ricardo Prado, os idosos de hoje já passaram por um momento de dependência em suas infâncias e à medida que se tornam adultos vão ganhando, independência e sentimento de liberdade, muitas vezes, conquistadas com muito esforço. Ao chegarem à terceira idade, geralmente, retornam a um estado de dependência do qual já haviam se libertado e isso acaba sendo difícil de se administrar, pois gera medo, indignação e sentimentos de frustração e impotência.

“A independência do idoso não pode ser tirada. Deve existir uma participação mais efetiva deles nas atividades e decisões familiares (seja pagar uma conta, seja ir ao mercado)”, revela Ricardo.

Prado ainda fala que os mais novos precisam mostrar aos idosos qual a verdadeira motivação e qual a real importância que os mesmos tem para a família. “Os idosos possuem valores, experiências e uma sabedoria inestimável. Nós não nos conectamos com essa sabedoria, que é incrível e nos conecta muito mais a eles”, destacou Ricardo.

Ainda em entrevista, o Psicanalista, que também atua no campo das relações e dos comportamentos humanos, explica que a comunicação, tão essencial em toda relação, é um processo de 4 etapas: o falar, o escutar, o refletir sobre o que foi escutado e o voltar a falar. Infelizmente só usamos o falar, falar, falar…e acabamos não escutando e é somente na escuta e na empatia que torna possível a verdadeira compreensão e conexão com o outro.

Na mesma atração, Ricardo Prado ainda respondeu perguntas dos telespectadores.

Perdeu a entrevista? Acompanhe na íntegra, acessando o vídeo pelo canal do Youtube, no link abaixo:

https://www.youtube.com/watch?v=yXDLTOzePAc&t=47s

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *