A demência no idoso
A demência do idoso
30 de junho de 2020
Exercicios ao ar livre
Exercícios ao ar livre para idosos
30 de junho de 2020
Exibir tudo

Envelhecimento com qualidade de vida

Envelhecimento com qualidade de vida

Enquanto não se descobre a fonte da juventude, o processo de envelhecimento é natural e inevitável, mas a qualidade de vida e a independência dos idosos podem e devem ser estimulados através do incentivo a prática de exercícios direcionados e específicos. 

 

Leia também: Envelhecimento saudável/ Senescência e senilidade

 

Processo de envelhecimento

Quando envelhecemos, principalmente a partir dos 50 anos, a diminuição da força, da flexibilidade e da massa muscular é bastante acentuada e é uma das mais conhecidas manifestações do envelhecimento.

Por isso e por muitos outros motivos, deve-se iniciar o quanto antes a prática de exercícios físicos, principalmente os exercícios de força como a musculação e exercícios aeróbios, como caminhadas, natação, etc.  

 

Treinamento para idosos

O treinamento de força em especial, pode beneficiar pessoas com idade avançada (de  80 a 90 anos) promovendo assim uma maior independência funcional  e conforto para esses indivíduos, pois a força muscular perdida pode ser recuperada, melhorando bastante a qualidade de vida.

O idoso sedentário que não pratica nenhuma atividade física regular tende a diminuir ainda mais a sua força muscular, mas com a inclusão dos exercícios na rotina a probabilidade de reverter essa realidade é muito grande, além da proteção contra lesões, doenças crônicas degenerativas e aumentando a expectativa de vida.  

 

Exercícios para o idoso praticar

Pessoas de mais idade que praticam exercícios regulares em longo prazo conseguem ser de 10 a 20 anos mais jovens, no que diz respeito a sua idade biológica, do que sedentários da mesma idade.

Mãos a obra, pois nunca é tarde para se iniciar ou mesmo recomeçar um trabalho.

 

Leia ainda: Saúde do idoso  / O que é ser idoso  

Compartilhamos notícia veiculada no Jornal do Lago sobre o envelhecimento com qualidade de vida, por Tom Mendes. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *